domingo, 16 de julho de 2017


Como um blog focado no Linux e principalmente nas distros que utilizam os pacotes rpm, não poderia deixar passar essa data. Nesse dia 16 de julho, foi anunciado pela equipe do Mageia, o lançamento da versão 6 do sistema. 

Segundo a equipe que esteve envolvida no desenvolvimento dessa nova versão, a demora se deu por causa do polimento que deram ao sistema, focando na estabilidade e e na beleza. estou testando desde a versão 6sta, que é como se fosse uma versão Alpha, e posso confirmar que o sistema foi bem desenvolvido.

Essa distro que traz compatibilidade com diversos pacotes rpm tanto do Fedora como do Opensuse, característica que herdou do Mandriva. Essa matéria  abordei mais sobre como esse sistema é incrível.

Para fazer o download do Mageia para instalação, segue os links:




Espero que apreciem o sistema, e até a próxima.

LANÇAMENTO DO MAGEIA 6

quarta-feira, 12 de julho de 2017



Através dessa matéria irei abordar como explorar um pouco mais do seu terminal, através do Powerline, um utilitário que vai lhe dar algumas informações úteis tais como:

  • Nome de acesso
  • Horário local
  • Diretório ou caminho de trabalho atual. O caminho é condensado automaticamente quando ele cresce mais do que a largura do terminal.
  • O número de trabalhos de fundo ativos
  • O nome do host, quando você se conecta via SSH a um sistema remoto onde o powerline está instalado


Isso vai economizar bastante tempo se você possui  no seu 
ambiente de shell scripts complexos! 

Agora vamos instalar o utilitário com os seguintes comandos: 

sudo dnf install powerline powerline-fonts
Agora vamos configurar o Bash para utilizar o powerline.
 Primeiro 
acesse o arquivo ~/.bashrc, nesse caso usarei o editor 
nano da seguinte forma:

nano ~/.bashrc
Você pode usar o gedit, o vim entre outros.

Agora vamos procurar o trecho que abre com if e termina com fi 
e vamos inserir o seguinte comando trecho:

if [ -f `which powerline-daemon` ]; then
  powerline-daemon -q
  POWERLINE_BASH_CONTINUATION=1
  POWERLINE_BASH_SELECT=1
  . /usr/share/powerline/bash/powerline.sh
fi

Após salvar as alterações e abrir um novo terminal, já
verá o power shell ativo:


 

Já conhecia o Powerline? Deixe aqui o seu comentário.

EXPLORANDO MAIS DO SEU TERMINAL COM POWERLINE

terça-feira, 11 de julho de 2017




Em primeira mão, venho trazer para vocês o lançamento do Fedora na versão 26, como de costume, esse sistema traz as inovações do mundo do software livre, buscando trazer as ultimas versões estáveis dos programas, mas dessa vez a equipe dos desenvolvedores não deixaram nada a desejar quanto a estabilidade.

A primeira vez que me deparei com o Fedora foi na versão 21 Beta, e então me tornei um usuário da distro. Sempre começando a testar desde as versões Betas do sistema, o que sempre trouxe alguns bugs, por se tratar de um sistema ainda em desenvolvimento. Porém dessa vez resolvi me arriscar desde a versão Alpha, e me surpreendi, a estabilidade do sistema está de dar inveja a muitos que falam que por trazer inovações fica difícil ser estável. Estabilidade essa que vêm sendo muito bem trabalhada pela equipe de desenvolvedores, até nos trazer esse sistema final. 

Pude testar as versões algumas versões do Fedora 26 e nessa matéria irei descrever quais impressões tive de cada uma que testei. 


Gnome

A versão com Gnome Shell está com uma fluidez incrível, a interface parece que está mais leve, na sua versão 3.24.1 está se comportando melhor com o sistema. Não sei se por causa do Wayland que é outra surpresa agradável, já tendo maior compatibilidade com os programas, inclusive com os de gravação de tela. Pude vê-lo em funcionamento na seção do Gnome, e pela primeira vez sem sentir falta do Xorg. Mesmo sabendo que ele pode trabalhar em conjunto com este por ser um protocolo com múltiplas funções. Para entender melhor clique aqui.


Mate


Com Mate com gestor de janelas Marco que é bem mais leve, deixando semelhante ao XFCE, e também pude testar com o compositor compiz, que o deixa cheio de efeitos, porém bem mais pesado, não sendo recomendado para computadores com processamento mais fraco. Notei os efeitos fluindo perfeitamente, e em breve farei um vídeo a respeito.


XFCE


Na versão com XFCE, a leveza de sempre unido a customização que o sistema possui, não notei travamentos, e nem uma modificação que chame atenção. Mas se você gosta de aventurar pode instalar e aplicar os efeitos do kwin no XFCE, fica com efeitos incríveis, ma cuidado para não quebrar o sistema.


Cinnamon

A versão com Cinnamon está fluindo quase tão bem ou tão bem quanto a Gnome. Conheci mais a fundo a pouco tempo essa interface, e para que você possa saber mais, segue o link da análise que fiz do Fedora com Cinnamon. 

E breve trarei novas reviews da versão 26, fiquem atentos ao nosso canal do youtube RikerLinux, e até a próxima! 

FEDORA 26 ACABA DE SER LANÇADO




O Fedora 26 já foi lançado, e você já pode atualizar o seu Fedora 25 para essa nova versão do sistema que presa por trazer as inovações do mundo do software livre, buscando trazer as ultimas versões estáveis dos programas. Essa atualização vai ocorrer também com o repositório rpm fusion, devido a velocidade dos desenvolvedores desse repositório em acompanhar o lançamento dessa versão.

Sempre testo o Fedora desde a versão 21 enquanto está na fase Beta, e dentre as características que pude notar nessa versão, além das inovações, podemos falar sobre a estabilidade, que vêm sendo muito bem trabalhada pela equipe de desenvolvedores do Fedora, e dessa vez pude acompanhar essa prima pela estabilidade desde a versão Alpha, seguindo pela Beta e agora na versão final. 

Então você pode atualizar para a nova versão do sistema, para desfrutar de tudo que há de novo no Fedora 26. Para atualizar primeiro atualize os programas:


sudo dnf upgrade --refresh -y

Agora vamos instalar o plugin de atualização:


sudo dnf install dnf-plugin-system-upgrade -y

vamos atualizar com o seguinte comando:

sudo dnf --releasever=26 --setopt=deltarpm=false distro-sync -y


No meu caso tive um erro e tive que executar o seguinte complemento no comando:



sudo dnf --releasever=26 --setopt=deltarpm=false distro-sync --allowerasing -y

Em seguida reinicie o sistema finalizando a atualização:

sudo dnf system-upgrade reboot

E para finalizar a atualização:

E pronto, já pode usufruir do Fedora na última versão.




ATUALIZE O FEDORA 25 PARA A VERSÃO 26

segunda-feira, 10 de julho de 2017


De volta com a nossa série Mais Linux, vamos abordar sobre mais um sucesso com Linux, esse não tão recente como outros, porém não deixa de ter grande importância para nós usuários Linux. Para quem quiser ler as outras postagens dessa série, ela se localiza na aba outros assuntos no canto superior do Blog.




A Asus foi outra grande companhia que embarcou com o Ubuntu em suas máquinas, e o mercado escolhido foi o dos EUA. Através de uma campanha em parceria com a Canonical, através da loja online Amazon, guiando os usuários do site da Canonical para o Amazon.com, isso fez da Amazon em Setembro de 2013, top 100 de vendas online.

É um número incrível, se levarmos em conta o mercado mundial, mesmo se tratando do ano de 2013. Que esse exemplo sirva para as demais empresas de hadware, inclusive para a própria Asus, para que comecem explorar o mercado brasileiro vendendo suas máquinas com Linux. A Dell já começou a oferecer essas opções, e em maio deste ano lançou pelas vendas online uma máquina de alto desempenho, o modelo Dell Precision Workstation AIO 5720, disponibilizando para a escolha do usuário Windows 10, Windows 7, Ubuntu 16.04 LTS ou Red Hat Enterprise Linux 7.3.

Essas máquinas que vêm com Ubuntu de fábrica, possuem suporte de software por parte da Canonical(que é mais elogiado que o suporte da Microsoft), o que acaba deixando a máquina com menor custo para o consumidor, do que quando traz o sistema da gigante de Redmond. 

Já conhecia esse sucesso comercial com o Linux? Não? Mantenha-se atento ao blog pois sempre estaremos trazendo curiosidades que ajudam a divulgar o Linux.

Fonte: Aqui

A ASUS VENDE COMPUTADORES COM UBUNTU NOS EUA

sexta-feira, 7 de julho de 2017


Os usuários Windows que já possuem a opção de escolher entre diversos programas de código aberto, como o Libreoffice, Gimp e Kdenlive, agora tem duas excelentes ferramentas muito conhecidas no mundo Linux disponível em sua loja de aplicativos, estou falando do Krita e do Inkscape.

Recentemente tivemos várias notícias sobre o porte de alguns sistemas Linux para que os desenvolvedores possam utilizar no Windows, através de uma camada de compatibilidade para que os executáveis binários do Linux funcionem no sistema da MS, dentre esses sistemas que estão sendo disponibilizados temos o SUSE, Ubuntu, Fedora e Red Hat.

Agora chegou a vez de dois softwares poderosos chegarem na Windows store, um de desenho vetorial que é o Inkscape, e o outro de o pintura e texturação chamado Krita. Ambos já estavam disponíveis para o sistema da MS, mas agora foram inclusos na loja de aplicativos, o que dará uma visibilidade maior para ambos.

O Krita já é mais conhecido e tem sido mais utilizado por artistas, serve como opção para o Gimp e para o PhotoShop. Sua versão na Windows store está custando U$ 9,75 dólares, o que trazendo para nossa moeda fica em torno de R$ 32,07 reais. Nada mal levando em consideração que a versão para Windows dá mais trabalho para os desenvolvedores, e esse valor acaba gerando uma receita superior as doações, mesmo com uma parte indo para a MS, afinal de contas todo projeto precisa se sustentar, e não podemos confundir software livre com almoço ou cerveja de graça.



O Inkscape é uma poderosa ferramenta para lidar com vetores, essa inclusão na loja de aplicativos da gigante de Redmond, pode elevar o número de usuários para essa ferramenta.



Gostei dessa iniciativa, pois isso preza pela liberdade de escolha, e pela maior difusão do software livre pois aqueles que não conheciam tais ferramentas, vão poder conhecer na plataforma Windows devido ao fácil acesso. 

Espero que gostem dessa matéria e ate a próxima.

Fonte: Aqui

ALGUNS PROGRAMAS DO LINUX CHEGANDO NA WINDOWS STORE

Acompanhe o Canal RikerLinux No Youtube

HISTÓRIA DO GNOME SHELL

ADOÇÃO DE LINUX PELA PREFEITURA DE MUNIQUE NA ALEMANHA

Translate

Recent